1 de fevereiro de 2013

IMAGEM DO ACIDENTE QUE VITIMOU CARLOS ALEXANDRE À 24 anos da morte do cantor Nova cruzense


Ontem 30 de janeiro, fez 24 anos da morte de um de um dos cantores potiguares que mais brilhou no cenário nacional, o Novacruzense Carlos Alexandre. O cantor morreu em 30 de janeiro de 1989 em um acidente de carro entre São José de Campestre e Tangará, quando voltava de um show em Pesqueira, em Pernambuco. Na época o cantor havia lançado recentemente o disco Sei, Sei. No seu repertório de sucessos, encontramos canções como "Feiticeira", "Cartão Postal", "Sertaneja" e "A Ciganinha". 

O velório ocorreu no ginásio de esportes de Cidade da Esperança e o enterro, que reuniu milhares de fãs foi no cemitério de Bom Pastor, no dia 31 de janeiro. Segundo matérias publicadas na época, ele foi sepultado ao som da multidão cantando Feiticeira.

Imagem do Acidente

Nascido em Nova Cruz, ele alcançou o sucesso aos 21 anos, talvez tenha sido um dos norte-rio-grandenses que mais brilhou na música nacional. Deixou 200 composições gravadas em três compactos e 14 LPs (sendo dois LPs e quatro CDs uma homenagem póstuma feita pela gravadora RGE). Com esses trabalhos ganhou 15 discos de ouro e um de platina. Para se ter uma ideia da dimensão de seu sucesso, a viúva do cantor, Maria Solange de Melo Bezerra, 54 anos, até hoje, 23 anos depois de sua morte, sobrevive com os recursos provenientes dos direitos autorais que ainda recebe. 'A música dele ainda é tocada e regravada. Em todo o Brasil se escuta Carlos Alexandre. Recebo direitos autorais até de rádios de Portugal’.

CONTA-SE  QUE FOI ASSIM:

Perto das 13:00 horas do dia 30/01/1989, o cantor e compositor potiguar, Carlos Alexandre, se envolveu em um acidente de carro. Ele e parte de sua banda, retornavam de um show realizado na madrugada anterior, na cidade de Pesqueira, PE. Carlos Alexandre e os outros ocupantes moravam em Natal. Durante quase toda viajem, o motorista do Cantor veio dirigindo AO PASSAR EM PASSA E FICA RECLAMOU DO SONO, ao chegar na cidade de São José do Campestre, eles pararam o carro e o motorista desceu para comprar cigarros. Ao voltar Carlos Alexandre que estava no banco do carona, pediu para levar o carro até Natal( 100km restantes), pois estava com muita saudades de casa. Depois dai, 7 km apenas separaram eles de um fim trágico. Com a infeliz combinação de sono, velocidade exessiva e desuso do cinto de segurança, Carlos Alexandre perdeu o controle do seu Opala e batendo na cabeceira da ponte, capotou o carro. No acidente morreram Carlos Alexandre, o Baterista e o contrabaixista(esses dois estava no banco de traz). O motorista que levara o carro até a cidade anterior sobreviveu, pois estava usando o cinto de segurança.
Local do acidente ocorrido com Carlos Alexandre

10 comentários:

  1. tenho muita saudades do cantor Carlos Alexandre, pois ele fez muito sucesso da decada de 80 quando eu era menino,quantas vezes ele cantou nos bairros de Fortaleza, tinha um Radialista chamado claudio marso, que fazia uma festa em cada bairro,,onde o Carlos alexandre esteve descanse em paz, pois qui na terra seus sucessos continuan tocando coraçôes Sèrgio Ricardo, Fortaleza ce

    ResponderExcluir
  2. eu passo neste local direto ali era pra te um memorial mais bonito para os fá deles ver

    ResponderExcluir
  3. Pra mim ate hoje eu escuto as musicas do carlos alexandre muito bonita sou seu fã sempre vou ouvi-lo.

    ResponderExcluir
  4. como agente vai esquecer de um ídolo tão especial que marcou a minha vida quando eu namorava o meu marido com a quele musica a ciganinha ,também com a quela musica arma de vingança e mutias outras,sinto muitas saudades do sucesso dele , que ele descanse em paz

    ResponderExcluir
  5. Morre o homem, mas sua arte permanece para sempre, com o saudoso cantor e compositor Carlos Alexandre não poderia ser diferente, pois por muitos anos o mesmo embalou muitos corações apaixonados, inclusive o meu, hoje tenho todas suas canções gravadas no meu pen drive para eu matar a saudade daqueles tempos que não voltam nunca mais, nunca mais!!!

    ResponderExcluir
  6. eu escutava suas musicas quando ainda era um menino, meu pai colocava os seus LPS no som trez em um e ouviamos tds os dias......muito legal.....musicas sadias sem malicia ou maldade q fizeram e fazem muito sucesso até hj........bons tempos!!!

    ResponderExcluir
  7. eu ouvi muito as musicas de CARLOS ALEXANDRE nos anos 80 ele tem muita musica boa más a minha preferida é final de semana,ouço até hoje

    ResponderExcluir
  8. EU VI O CARLOS ALEXANDRE PELA PRIMEIRA VEZ, NA MINHA CIDADE EM FRENTE AO GARNDE HOTEL NO RECIFE, QUANTA SAUDADE DESTE GRANDE CANTOR, SUAS MUSICAS FORAM ELTERNIZADAS E JAMAIS MORRERAO, EU COMO CANTOR REGRAVEI A SE VOCE FOSSE POR MIM DO CARLOS ALEXANDRE, PRA MIM FOI UMA HONRA, DESCANCE EM PAZ AMIGO. QUE AQUI SEGUIMOS CANTANDO POR VOCE.


    JUAREZ DO RECIFE

    ResponderExcluir

Os comentários postados nas publicações são MODERADOS porem seus conteúdos são de responsabilidade dos autores.