23 de maio de 2013

Menor de 15 anos matou prima de 9 estrangulada


Por: Ellen Melo
Dezesseis dias após o corpo da menor Maria Juliana dos Santos, 9, ter sido encontrado em um sítio no Povoado Sauaçuhy, Litoral Norte de Alagoas, policiais da Delegacia de Homicídios (DH), divulgaram que o crime está esclarecido LEIA AQUI
O assassino é o primo da vítima, o adolescente de iniciais C.A.S., 15, que em depoimento confirmou o crime.
Encaminhado à Unidade de Internação Masculina (UIM), no bairro do Tabuleiro do Martins, parte alta de Maceió, o menor disse que no dia que matou a prima tinha fumado um cigarro de maconha e no trajeto da casa da menor até o sítio pensou em fazer sexo com a indefesa Juliana, mas que de última hora desistiu e preferindo estrangula-la com um fio de palha e enterrar o corpo em uma cova rasa.
Os policiais ainda aguardam o laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Maceió a fim de confirmar se a versão do menor é ou não mentirosa.
A identificação de C.A.S. por parte da polícia revoltou parte dos parentes da menor. Muitos dos familiares disseram que não acreditavam que o jovem tinha matado a prima e criticaram as investigações da Polícia Civil (PC).
Mais o histórico da família de Rosicleide chama a atenção. Há cerca de cinco anos, a cunhada da doméstica, foi estuprada e morta aos 17 anos e há três anos, o tio de Juliana, de 24 anos, também foi assassinado a tiros. Os crimes, todos no mesmo local onde encontraram o corpo da criança, nunca foram esclarecidos.
Qualquer pessoa que tenha detalhes que possa ajudar esclarecer este ou qualquer crime pode ajudar, ligando para o Disque Denúncia, através do número 181. O denunciante não precisa se identificar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário