20 de abril de 2018

Petrobras aumenta preços de combustíveis nas refinarias


A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (20), no Rio de Janeiro, a elevação no preço da gasolina e do diesel nas refinarias. A partir deste sábado (21), a gasolina passará de R$ 1,7199 para R$ 1,7391. O diesel vai subir de R$ 1,9822 para R$ 2,0045.

A gasolina e o diesel comercializados para as distribuidoras nas refinarias são do tipo A. Os produtos vendidos ao consumidor final, nas bombas dos postos, são uma composição que mistura esses combustíveis do tipo A com biocombustíveis. Os preços médios divulgados pela Petrobras para as refinarias também não contabilizam a incidência de tributos.

O reajuste não necessariamente chegará ao consumidor final porque o preço nas refinarias não é o único fator determinante do preço final, uma vez que distribuidores, revendedores e produtores de biocombustíveis têm liberdade de preço no mercado de combustíveis.

Na nota que anuncia o reajuste, a Petrobras explica que os preços para a gasolina e o diesel têm como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais desses produtos, mais os custos que importadores teriam.

“A paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos”, diz o texto.

Aumento dos casos de gripe causa preocupação; saiba como se prevenir


Durante o período chuvoso, os casos de gripe em crianças, principalmente, são intensificados. A doença, causada por vírus, chega a ter sintomas severos.

”Em média, o tempo da gripe dura cerca de 7 a 10 dias sendo causada pelo vírus influenza e seus subtipos que podem levar o quadro a registrar febre, tosse, dores de cabeça, nos músculos e articulações”, explicou a pediatra Kallydya Pasqually.

A gripe tende a se complicar mais em crianças, idosos e pessoas com baixa imunidade, podendo evoluir o quadro clínico.

Com os registros da gripe H1N1 no país, o alerta é reforçado. Em caso de febre acima de 39,5ºC e permanente, a recomendação é de procurar o atendimento médico.

Vacina H1N1

Segundo a pediatra do Hapvida, a gripe A, causada pelo vírus H1N1, causa sintomas mais intensos, sendo mais preocupante em idosos e bebês, por isso é um público ao qual a vacina é direcionada de forma mais insistente e gratuita.

Cuidados

Os cuidados que podem ser adotados para reduzir as chances de contaminação pelo vírus, ou mesmo transmissão para outras pessoas, são: lavar as mãos com água e sabão (principalmente depois de usar o banheiro); evitar tocar olhos, nariz ou boca após contato com superfícies onde há aglomeração; usar lenço ao tossir e espirrar.

Registros

No Brasil, foram registrados 286 casos de influenza até abril deste ano com 41 casos de óbitos. Entre os do tipo H1N1, 116 registrados com 16 óbitos. As informações são do Ministério da Saúde.

Justiça marca eleições suplementares em São José do Campestre e mais três municípios do RN

 

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte marcou para o domingo 3 de junho deste ano as eleições suplementares em quatro municípios do estado. Cerca de 23,8 mil eleitores serão mobilizados para escolherem novos prefeitos e vice-prefeitos de suas cidades. Os antigos tiveram mandatos cassados pela Justiça Eleitoral.
Os municípios em questão são Galinhos e Pedro Avelino, ambos na região central, próximo à Costa Branca, além de São José do Campestre e Parazinho, na região Agreste potiguar. A data escolhida é a limite para este tipo de eleição neste ano. Os mandatos dos novos prefeitos seguem até 2020.
De acordo com dados da Justiça eleitora, Galinhos tem 2.322 eleitores aptos. O prefeito Fábio Rodrigues (PRB) e o vice Afrânio Reis (PR) foram cassados por determinação da Justiça em setembro do ano passado, por abuso de poder econômico e político, mas permaneceram nos cargos até março, quando o TRE confirmou a cassação. Com a decisão em segunda instância, o presidente da Câmara assumiu o município interinamente.
Já em abril, o TRE cassou os diplomas da prefeita e do vice-prefeito de Pedro Avelino, Neide Suely Muniz Costa e Nilton Mendes por abuso de poder econômico e político, além de "conduta vedada". Um vereador também perdeu o mandato. Na mesma ação, o deputado estadual José Adécio foi condenado à inelegibilidade, por oito anos. No dia 3 de junho, 6.915 eleitores devem comparecer para escolher a nova liderança para o Executivo municipal.
Em uma mesma sessão, a Justiça Eleitoral negou recursos e confirmou a perda de mandados nas gestões de Parazinho e São José de Campestre, em março deste ano.
Em Parazinho, a prefeita Rita de Luzier de Souza Martins (DEM) e a vice Edna Maria de Almeida Câmara, foram cassadas por captação ilícita de votos e abuso de poder econômico. As novos postulantes aos cargos vão disputar por 5.116 votos no município.
Cassado o diploma do prefeito Fábio Rodrigues de Araújo (PRB) e de seu vice, Afrânio Reis Cavalcante, também por abuso de poder político e econômico e captação ilícita de votos, São José de Campestre também está sem prefeito. O município conta com 9.446 eleitores aptos a votar. 
g1RN

STJ nega recurso e mantém condenação de jovem que matou ex durante ato sexual

 
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) publicou nesta semana que a sentença de Vania Basílio Rocha transitou em julgado, o que significa que ela não pode mais recorrer da decisão. No mês passado, o STJ negou o recurso da Defensoria Pública de Rondônia (DPE-RO), que defende a jovem, e manteve a condenação de segunda instância. Vania foi condenada por matar o ex-namorado a facadas no ato sexual, em Vilhena (RO) e deve cumprir 8 anos e 4 meses de prisão.

Em primeira instância, Vania foi condenada a 13 anos de prisão. Porém, a DPE entrou com recurso e o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO) diminuiu a pena para 8 anos e 4 meses. Na época, o defensor público George Barreto Filho comentou a mudança na decisão.
“O tribunal reexaminou o caso, e como já era esperado, reduziu para 8 anos e 4 meses, que é uma pena mais adequada. Apesar, que no meu entendimento particular, ser uma pena que merecia, ainda, uma redução abaixo de 8 anos”, enfatizou o defensor.
Depois disso, a DPE ingressou com recurso especial no STJ, alegando que a pena-base fixada foi acima do mínimo legal. Nesse julgamento, o Ministério Público Federal opinou pelo não provimento. O STJ não acatou a apelação e a decisão do TJ-RO foi mantida.
A DPE informou que não entrou com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF), pois todas as possibilidades de apelação foram esgotadas no STJ.
Vania foi condenada a 13 anos de prisão em primeira instância (Foto: José Manoel/ Rede Amazônica)
Vania foi condenada a 13 anos de prisão em primeira instância (Foto: José Manoel/ Rede Amazônica)
Cumprimento da pena

De acordo com o extrato simplificado da execução penal, Vania está presa há 2 anos, 4 meses e 2 dias. Contudo, a presa participa de atividades de remissão de pena, como aulas do ensino médio e artesanato.

Dessa forma, considerando a diminuição de pena, ela já cumpriu 2 anos, 11 meses e 14 dias de prisão. A jovem deve ficar no regime fechado até setembro, quando está prevista a mudança para o regime semiaberto. Conforme a direção do presídio feminino, Vania tem bom comportamento e continua em tratamento médico em virtude da doença mental.
Vania deve cumprir pena no regime fechado até setembro, quando deve mudar para o regime semiaberto (Foto: Arquivo Pessoal)
Vania deve cumprir pena no regime fechado até setembro, quando deve mudar para o regime semiaberto (Foto: Arquivo Pessoal)

Entenda o caso

Horas depois de ser presa, em dezembro de 2015, Vania deu uma entrevista ao G1 e confessou o crime. Ela contou que no dia 30 de dezembro ligou para Marcos alegando que queria se despedir, pois iria embora para outro estado.
Ela então colocou uma faca de cozinha dentro da bolsa e foi para a casa da vítima, que havia aceitado receber a visita. O casal foi para o quarto e, durante as preliminares sexuais, esfaqueou o ex-namorado.
“Eu tapei o olho dele. Aí peguei a faca e meti nele. Ele reagiu e veio para cima de mim e eu fui para cima dele também. Eu enforquei ele e aí comecei a meter [facadas] em outras partes do corpo dele. Daí, ele gritou socorro e a porta estava trancada. O irmão dele quebrou a janela. Quando o irmão dele entrou, ele já estava quase morrendo. Fiquei olhando olho no olho até ele morrer”, narrou Vania.

Polêmica no Facebook

Uma das publicações de Vania mais comentadas no Facebook é o texto de um blog que tinha como título: “eu não fui uma má namorada, você que me tornou”. Após ser presa e confessar que matou o ex-namorado, usuários criticaram a postagem. “Imagina se fosse boa”, escreveu um jovem. “Louca, psicopata, parece que estava possuída pelo demônio”, acrescentou outro usuário. A postagem foi feita dois dias antes do crime.
Marcos levou 11 facadas segundo laudo do IML (Foto: Arquivo Pessoal)
Marcos levou 11 facadas segundo laudo do IML (Foto: Arquivo Pessoal)

Laudo da vítima

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que Marcos levou 11 facadas. Havia perfurações no pescoço, abdômen, braços, mão e pernas. Segundo um croqui divulgado pela Polícia Civil, a perfuração de faca no pescoço foi a que causou a morte do rapaz.

Doença mental

Em maio de 2016, Vania foi diagnosticada com sociopatia, com base nos resultados de laudos médicos. Mesmo com o resultado, o TJ-RO diz que ela não poderia ser isenta de responder por seus atos judicialmente, pois “apresentou plena capacidade de entender o caráter criminoso do fato”. Com isso, ela foi considerada semi-imputável, e levada a júri popular.

Vítima atropela assaltantes em moto durante tentativa de roubo em Lagoa Nova na manhã desta sexta, e dupla de adolescentes é apreendida

 Resultado de imagem para assaltantes
Um homem atropelou uma dupla em motocicleta durante uma tentativa de assalto no início da manhã desta sexta-feira(20), no momento em que saía de casa, no bairro de Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal. De acordo com a Polícia, a vítima foi abordado por dois bandidos adolescentes, de 15 e 16 anos, e reagiu acelerando seu veículo por cima.

Segundo a Polícia, depois de atropelados, os bandidos ainda tentaram correr, mas, rapidamente, uma viatura que passava próxima ao local percebeu a ação criminosa e conseguiu render e apreender os assaltantes. Com um dos menores, foi apreendida um simulacro de pistola.

Após a ocorrência, a dupla e a vítima da tentativa de roubo foram conduzidos para a Central de Flagrantes, no bairro Cidade da Esperança.

19 de abril de 2018

Governo do RN em parceria com a Prefeitura de Passa e Fica promovem capacitações para fortalecimento do Turismo do polo Agreste-Trairi


Para fortalecer o Projeto de Dinamização e Sustentabilidade Turística, desenvolvendo um novo destino desta indústria nos municípios de Passa e Fica, Serra de São Bento e Monte das Gameleiras, o Governo do RN, por meio da Secretaria de Turismo do Estado, viabilizado pelo Governo Cidadão, com o Acordo de Empréstimo do Banco Mundial, assina na próxima segunda-feira (23), às 10 h, no Ginásio Pepeuzão em Passa e Fica, o contrato para os cursos de capacitação no segmento turístico.

Os cursos oferecidos são de Elaboração de Roteiros Turísticos, Técnica de Guiamento em Geoturismo, Qualidade em Serviços Turísticos, Boas práticas na manipulação de alimentos, Controles gerenciais para a hotelaria, Turismo de aventura e Inglês para serviços Turísticos. No total, 180 pessoas serão capacitadas. Os cursos acontecerão de 23 de abril a 31 de outubro– serão ministrados, pelo Senac/RN.

A necessidade da capacitação foi identificada após um ano de análises e estudos que resultou num mapa de carências que mostra a baixa qualificação da mão de obra para prestação de serviços em geral, o amadorismo na operação de trilhas e outras atividades turísticas, a pouca utilização de tecnologias e práticas ambientalmente sustentáveis, a falta de atendimento à legislação sanitária e a deficiência na interpretação do patrimônio histórico e geológico.

“Situado num belo trecho do sertão nordestino, o Polo Agreste-Trairi atrai visitantes tanto pelo seu cenário magnífico como pelas demonstrações de fé e religiosidade de seu povo. Devido à beleza de suas serras, formações rochosas, trilhas e lajedos, a região é de grande interesse para o desenvolvimento do turismo de aventura e, por isso, vamos profissionalizar o Turismo desta região, tornando essas cidades, destinos turísticos aptos a receberem todo e qualquer turista”, explicou o secretário da Sethas e coordenador do Projeto Governo Cidadão, Vagner Araújo.

“Precisamos viabilizar esse roteiro de forma sustentável, com total envolvimento da comunidade para que o turismo cumpra seu fim que é a geração de emprego e renda. Para isso já realizamos encontros com empresários e produtores locais para montar estratégias de produção e distribuição dos produtos e agora iniciamos as capacitações”, contextualizou o secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar.

Paróquia de Nossa Senhora de Fátima em Passa e Fica recebe o novo administrador paróquial nessa quarta 25 de Abril

A Paróquia de Nossa Senhora de Fátima realizará nessa quarta feira dia 25 de Abril a Cerimônia de posse do novo Administrador Paroquial de Passa e Fica. Pe. Gilmar Pereira Victor da Silva assumirá suas funções em cerimônia que ocorrerá as 19:00 na Matriz de Nossa Senhora de Fátima no Centro de Passa e Fica.

Água fervendo e marteladas: o homem abusado pela parceira, que foi condenada a 7 anos de prisão


Um homem que sofria violência doméstica disse que estava “a dez dias da morte” quando foi salvo pela polícia.
O britânico Alex Skeel, de 22 anos, estava com sua parceira havia seis anos – quatro deles sofrendo abuso – quando recebeu ajuda.
Sua namorada, Jordan Worth, também de 22 anos, foi condenada a sete anos e meio de prisão por tê-lo submetido a diversos tipos de tortura física e psicológica.
Ela se declarou culpada de lesão corporal grave e controle coercitivo.
O caso é a primeira condenção por controle coercitivo no Reino Unido em que o culpado é uma mulher, segundo a polícia de Bedfordshire.
Alex vem recebendo apoio de outras vítimas de relacionamentos abusivos para falar sobre o assunto.
Juntos desde a adolescência
Os dois jovens se conheceram na escola, em 2012, quando tinham 16 anos.
Os promotores do caso disseram à Corte que, desde o início, Jordan tinha controle sobre Alex, decidindo que roupas ele deveria usar e atacando-o fisicamente.
Nos nove últimos meses do seu relacionamento, ela o machucou diversas vezes – ao ponto de ele precisar ir para o hospital.
O abuso terminou no ano passado, quando um vizinho chamou a polícia após ouvir gritos na residência do casal.
Os paramédicos notaram que a mão do jovem estava machucada e que ele tinha queimaduras nos braços e pernas que tinham sido “tratadas” em casa – ele as cobria com filme plástico.
Alex disse que a namorada não deixou que ele procurasse tratamento médico.
“Os médicos me disseram que eu estava a 10 dias da morte”, disse Alex.
Jordan quebrou todos os celulares do namorado para que ele não conseguisse falar com os amigos ou com a família.
Ele afirmou que, certa vez, Jordan disse que a mãe dele havia recebido uma mensagem que informava que o avô dele havia morrido.
Depois de observá-lo chorar por duas horas, ela então disse que na verdade o avô dele estava vivo – e na sequência o humilhou e criticou por ele se importar com a família.
Em outra ocasião, ele acordou e descobriu que Jordan tinha acertado sua cabeça com uma garrafa de cerveja. Depois ela o perseguiu e acertou suas mãos e seu rosto com um martelo.
O detetive responsável pela investigação do caso, Jerry Waite, disse que o controle coercitivo é algo sutil. “A vítima pode não perceber imediatamente que está sofrendo um abuso… (a situação) pode terminar em violência.
Desde que o caso foi descoberto pela polícia, Alex passou por diversas operações – nas mãos, na cabeça e até no cérebro.
“Você recupera sua humanidade quando consegue colocar para fora (o abuso que sofreu). Você só melhora se conseguir falar sobre o assunto”, disse ele.
A Justiça também determinou um ordem de restrição contra Jordan – ele não pode se aproximar ou tentar contatar Alex por um período indeterminado.
G1

Corpo de menino desaparecido durante banho no Rio Potengi é encontrado


Roberto Jefferson Araújo desapareceu durante banho no Rio Potengi (Foto: Arquivo pessoal)
Roberto Jefferson Araújo desapareceu durante banho no Rio Potengi (Foto: Arquivo pessoal)
O corpo do menino desaparecido durante banho no Rio Potengi, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, foi encontrado na manhã desta quinta (19) por moradores da região. Roberto Jefferson Araújo, de 12 anos, tomava banho com um colega da mesma idade quando desapareceu na tarde de quarta (18).

Segundo os bombeiros, o corpo do garoto foi encontrado por volta da 7h30, às margens do rio, próximo ao lugar onde ele se afogou.

O caso
Roberto Jefferson Araújo, desapareceu na tarde desta quarta-feira (18) enquanto tomava banho no Rio Potengi, na zona rural de São Gonçalo do Amarante, município da Grande Natal.

A mãe contou que o garoto chegou da escola por volta de 12h, e sem que os pais percebessem foi tomar banho com um amigo da mesma idade. O trecho do rio corta o distrito de Igreja Nova.

O colega de Roberto Jefferson disse que viu o menino se afogando, ele ainda tentou segurar o amigo, mas não conseguiu. Desesperado, o garoto avisou aos pais, que chamaram os bombeiros.

A equipe do Corpo de Bombeiros começou as buscas por volta das 15h, mas pararam ao anoitecer. Os militares alegaram não ter equipamento apropriado, e disseram que retomariam o trabalho na manhã desta quinta-feira (19).

Campanha de vacinação contra a gripe tem início no dia 23 de abril

 
A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2018 será realizada no período de 23 de abril a 1° de junho, sendo 12 de maio o “Dia D” de mobilização nacional. De acordo com a Coordenação Estadual de Imunizações (CEI), a estimativa para esta edição é vacinar mais de 54,4 milhões de pessoas em todo país e 879.430 no Rio Grande do Norte. Tendo como meta vacinar, pelo menos, 90% dos grupos prioritários.
Fazem parte dos grupos elegíveis para a vacinação as crianças na faixa etária de seis meses a menos cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indivíduos a partir dos 60 anos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.
Segundo Katiucia Roseli, coordenadora de Imunizações, “em 2017, o RN vacinou 85,7% desta população, e para este ano a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) está concentrando esforços, por meio da CEI e das Unidades Regionais de Saúde, para que os municípios vacinem o máximo possível de pessoas pertencentes aos grupos prioritários. A ideia é que assim se possa reduzir as internações, complicações e óbitos causados por influenza”.
A influenza, mais conhecida como gripe, é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção (crianças menores de 5 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais). De acordo com a Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Sesap, este ano, nos meses de janeiro e fevereiro foram notificados 18 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, com dois óbitos.
A gripe é uma doença altamente contagiosa e pode se espalhar de forma rápida em locais fechados. No Brasil tem sua sazonalidade nos meses de maio até o final do inverno. O tempo de incubação do vírus pode variar de um a três dias. Os sintomas da doença podem prevalecer de três a sete dias e a recuperação do paciente pode levar até duas semanas. Os sintomas são geralmente: febre alta, dor no corpo, de garganta e de cabeça, corrimento do nariz, excesso de catarro, tosse e fraqueza muito grande. Quando não tratada corretamente pode evoluir para outras doenças como a bronquite e a pneumonia bacteriana.
“Para diminuir a proliferação do vírus alguns cuidados podem ser reforçados no período em que a pessoa estiver com gripe, como lavar sempre as mãos com água e sabão, ou, ainda, usar álcool 70%, principalmente após tossir e espirrar. Utilizar lenços descartáveis, deixar ventilado o ambiente, cobrir boca e nariz sempre que espirrar ou tossir, não tocar na região dos olhos, nariz e boca sem que a mão esteja limpa, não compartilhar objetos de uso pessoal, como garrafas, copos e talheres”, reforça Katiucia Roseli.
A coordenadora ainda enfatiza que para as pessoas que ainda não estão doentes, com alguns cuidados a influenza pode passar longe. Se for do grupo prioritário, é imprescindível a vacina, além disso, deve manter hábitos de vida saudáveis, praticar exercícios físicos regularmente e evitar um contato maior com pessoas doentes, como abraçar, beijar e dar apertos de mãos. “E se possível evitar participar de aglomerações em épocas em que o número de casos da doença for alto”, conclui Katiucia Roseli.

Bandidos rendem família e levam 3 carros e 8 TVs durante arrastão em casa na Zona Sul de Natal


Bandidos fazem arrastão em casa do bairro Candelária, na Zona Sul de Natal (Foto: Ítalo Di Lucena/Inter TV Cabugi)
Pelo menos seis homens armados invadiram uma casa, renderam a família e fizeram um arrastão na madrugada desta quinta-feira (19) no conjunto San Vale, no bairro de Candelária, na Zona Sul de Natal. Segundo a Polícia Militar, os bandidos roubaram três carros e ainda levaram 8 aparelhos de TV. 

De acordo com a PM, quatro pessoas da família e mais dois empregados dormiam quando a residência foi invadida. O crime aconteceu por volta de 1h30. 

As vítimas contaram à polícia que todos os criminosos estavam armados, e que foram trancadas em um dos cômodos da casa. A residência possui câmera de vigilância, cerca elétrica e sistema de segurança. Mesmo assim, os bandidos não se intimidaram e passaram cerca de 50 minutos dentro do imóvel. 

Além dos três carros, das oito TVs e 16 relógios, ainda foram levados um computador, oito aparelhos celulares, 16 relógios, roupas e joias. 

A PM ainda fez buscas pela região, mas nenhum suspeito foi encontrado. 

G1RN

PM atira 7 vezes em mulher enquanto filho deles dormia, diz MP

© Reprodução/Facebook
cabo da Polícia Militar (PM) Carlos Alberto Ribeiro, de 36 anos, matou a balconista Lorena Aparecida dos Reis Pessoa, de 29 anos, com sete tiros enquanto o filho do casal dormia em outro cômodo da casa, em Santa Bárbara d’Oeste, no interior de São Paulo. Segundo o Ministério Público (MP), o PM premeditou o homicídio por não aceitar o fim da relação.
Como cita o “G1”, o crime aconteceu no dia 8 de agosto, mas a denúncia foi apresentada pelo órgão nessa semana. “Segundo se apurou, o denunciando é policial militar e, embora casado, mantinha um relacionamento afetivo com a vítima (Lorena), com quem teve um filho”, consta na denúncia.
Lorena teria tentado terminar o relacionamento ao descobrir que Ribeiro era casado. A descoberta ocorreu durante o processo que ela moveu contra ele pela paternidade do filho.
Desde então, ele teria começado a ameaçar Lorena. Até que ele viajou de São José do Rio Preto, também no interior de São Paulo, onde mora, até Santa Bárbara d’Oeste para matar a vítima.
O assassinato aconteceu durante a madrugada na casa de Lorena. “No local, o denunciando disparou sete vezes contra a ofendida e, depois, fugiu”. Ainda de acordo com a promotoria, vizinhos ouviram os tiros e foram à casa resgatar a criança, que dormia.
Em seguida, o policial se entregou na 2ª Companhia da Polícia Militar, em Santa Bárbara d’Oeste.

Padres acusados de desviar dízimo deixam prisão em Goiás

Bispo e padres suspeitos de desviar dízimo deixam a cadeia e são recebidos com festa em Formosa (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)
O bispo Dom José Ronaldo, acusado de liderar um esquema de desvio de dízimo na Diocese de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, deixou a cadeia após concessão de habeas corpus pela Justiça. Além dele, outros quatro clérigos e dois empresários foram soltos. Sorridentes, eles foram recebidos com festa por parentes e amigos, que entoavam cânticos religiosos na porta do presídio e deram uma salva de palmas quando houve a soltura.
  O alvará de soltura chegou à penitenciária por volta das 19h de terça-feira (17). Logo em seguida, eles foram liberados. Na saída, Dom José Ronaldo fez uma benção aos presentes, recebeu abraços de algumas pessoas e em seguida entrou em um carro de luxo e foi embora. Antes, ele foi abordado por diversos jornalistas, mas optou por não comentar as acusações.
“No momento oportuno nós vamos falar”, se limitou a dizer.
Além do bispo, foram soltos o monsenhor Epitácio Cardozo Pereira, que era vigário-geral da Diocese de Formosa, os padres Moacyr Santana, Mário Vieira de Brito, Waldson José de Melo, e os empresários Antônio Rubens Ferreira e Pedro Henrique Costa Augusto, apontados como laranjas do esquema.
Apenas o juiz eclesiástico Tiago Wenceslau, também acusado de integrar o esquema, segue detido. O advogado dele, Thiago Pádua, disse que o caso não foi analisado devido à falta de algumas informações pertinentes ao processo. A apreciação deve ocorrer nesta quarta-feira (18).
A liberação dos acusados ocorreu após análise do habeas corpus pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO). A decisão dos desembargadores foi unânime. Eles tiveram os passaportes retidos e terão que comparecer em juízo uma vez por mês.
Prisões
Os acusados estavam detidos em uma ala isolada do recém-inaugurado presídio da Formosa. Eles foram presos no dia 19 de março, durante a Operação Caifás, deflagrada pelo Ministério Público. Além do dízimo, a apuração apontou que o grupo se apropriava de dinheiro oriundo de doações, arrecadações de festas realizadas por fiéis e taxas de eventos como batismos e casamentos.
As investigações sobre o desvio de dízimo começaram no ano passado, após denúncias de fiéis. Eles afirmaram que as despesas da casa episcopal subiram de R$ 5 mil para R$ 35 mil desde a chegada do bispo Dom José Ronaldo, em 2015. Na ocasião, o clérigo negou haver irregularidades nas contas da Diocese de Formosa.
Escutas telefônicas autorizadas pela Justiça foram usadas na apuração. O grupo teria comprado uma fazenda de gado, carros de luxo e uma lotérica com os recursos.
A operação culminou com apreensões em Formosa, Posse e Planaltina. Durante as apreensões, foi encontrado dinheiro escondido em fundo falso de armário.
Bloqueio de bens
O juiz Fernando Oliveira Samuel, da 2ª Vara Criminal de Formosa, determinou em 27 de março o bloqueio de bens dos seis clérigos, dois empresários e do secretário da Cúria. O limite é de até R$ 1 milhão por cada. Também foi autorizada a quebra do sigilo bancário e fiscal dos acusados.
Gestor temporário da Diocese de Formosa nomeado pelo Papa Francisco e arcebispo de Uberaba (MG), Dom Paulo Mendes Peixoto criticou o bispo preso e disse que recebeu “caixa vazio e com dívida”. A nomeação dele foi feita pelo Papa Francisco. Ele auxiliará nas atividades da paróquia da região até que seja nomeado um novo bispo.
A polícias apura outras acusações que surgiram contra o bispo fora do processo. Entre elas, está o uso de cartões da Igreja para compra de bebidas alcoólicas. De acordo com boletim de ocorrência, houve gasto de R$ 4 mil indevidamente.
Além disso, fiéis afirmam que Dom José Ronaldo aumentou em até 400% taxas de casamento quando assumiu a administração, em 2014. As mesmas informações chegaram ao MP-GO) por meio do depoimento de um dos padres que denunciou o esquema, mas, segundo o promotor, ainda não compõem uma apuração específica.

Associação de advogados faz duras críticas ao TRT por homenagear o deputado Rogério Marinho com medalha honrosa

A Associação Norteriograndense dos Advogados Trabalhistas (ANATRA) entidade que tem dentre seus objetivos estatutários a defesa da Advocacia, do Direito e da Justiça Trabalhista, com o absoluto respeito aos princípios e valores do Estado Democrático de Direito, vem, a público, se manifestar acerca da entrega da Medalha do Mérito Djalma Marinho ao Deputado Rogério Marinho pelo Egrégio Tribunal Regional do Trabalho, 21a Região (TRT 21).

Tendo em vista que o objetivo do oferecimento da respeitosa comenda, qual seja, agraciar “personalidades ou instituições que hajam distinguido ou projetado em quaisquer dos ramos do Direito, bem como em outra atividade sociocultural”, tem-se que a homenagem em tela não se coaduna com as posições congressuais, ações e discursos do homenageado sobre o direito e Justiça Trabalhista Brasileira.
A ANATRA, com total respeito à vontade do Egrégio TRT da 21a Região, lamenta que tão importante honraria seja entregue ao relator de uma Reforma Trabalhista que sequer foi devidamente discutida nos diversos setores que compõem a sociedade brasileira e que, em que pese ter avançado em alguns pontos, tolheu diversos direitos laborais. Além do mais, a nova legislação, frise-se, acabou por obstar o direito constitucional de acesso à Justiça, causando diminuição acentuada do número de demandas na Justiça Laboral em razão do temor dos obreiros em buscarem essa Especializada, o que certamente põe em risco a existência da Justiça mais célere e eficaz de nosso país.
Associação Norte-rio-grandense dos Advogados Trabalhistas – ANATRA