24 de janeiro de 2015

A Farra da Direção Perigosa segue sem controle em Passa e Fica


Não precisa demorar muito nas principais vias da Cidade de Passa e Fica para se deparar com as mesmas figurinhas carimbadas cometendo o crime de direção perigosa sobre MOTOS. Fala-se por uma boca só,  ATE QUANDO? será que alguma autoridade tomará alguma providencia para coibir esse tipo de ato de vandalismo que hoje corre solto e sem controle em Passa e Fica? Como se achassem pouco além de colocar a vida dos outros em risco ainda promovem explosões com canos completamente fora dos padrões característicos originais o que também é crime, susto em crianças e idosos que chegam a passar mal ao serem acordados todas as noites com esse tipo de atitude que não é de hoje mas que não vemos nada ser feito para resolver.

O crime de direção perigosa corresponde aos artigos 308 e 311 do Código de Transito Brasileiro (CTB). O artigo 308 se refere à participação de condutores em competições não autorizadas, como por exemplo os rachas praticados em ruas e avenidas. Em casos como esse, se for presa pode pegar pena de 6 meses a 2 anos de detenção e ainda tem a suspensão e apreensão da CNH. Já ao artigo 311 se caracteriza quando os condutores andam a uma velocidade incompatível com o limite que a pessoa deve transitar por uma determinada rua. Na maioria dos casos em nossa realidade o crime se agrava pois 99% deles não são habilitados e conduzem motocicletas atrasadas ou com restrições. A lei é clara e existe, falta ser cumprida e enquanto ninguém faz nada continuamos sem poder dormir com barulho e correndo risco de ser vitima de qualquer um desses irresponsáveis. 


PM apreende armas ostentadas por loira em fotos nas redes sociais

Em uma das fotos e jovem aparece ostentando duas escopetas semelhantes às que foram apreendidas (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN)Em uma das fotos a jovem aparece ostentando duas escopetas semelhantes às que foram apreendidas em São José de Mipibu (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN)
Um homem de 53 anos foi preso e uma adolescente de 16 anos apreendida na noite desta sexta-feira (23) suspeitos de posse ilegal de arma de fogo. Na residência em que moram, em São José de Mipibu, na Grande Natal, policiais militares encontraram três escopetas e um revólver. 
As armas longas, de acordo com o tenente Isaac Leão, são as mesmas que aparecem em fotografias que vêm circulando nas redes sociais. Nas imagens, repassadas ao G1 pelo oficial, é possível ver uma jovem ostentando duas escopetas semelhantes às que foram encontradas. Em outra fotografia, a moça ainda empunha um revólver.
"As escopetas são as mesmas. Uma delas, dá pra ver bem, é de fabricação caseira e tem cano duplo", observou o tenente. "Encontramos as armas dentro de uma residência na comunidade de Bairro Novo. Chegamos até elas depois de uma denúncia anônima enviada para o número (84) 9468-6860, que é da Polícia Militar em São José de Mipibu", acrescentou.
"O dono da casa disse que tinha conhecimento das armas escondidas na casa dele, mas negou saber de quem são. Insistimos, mas ele limitou-se a dizer que somente guardou as armas, mas que não sabe a quem pertencem", afirmou o oficial.
Loira é procurada
Quanto à jovem que aparece nas fotos, o tenente Isaac informou que ela não estava na casa, mas é procurada pela polícia. “Ao aparecer com as armas em punho, ela cometeu os crimes de porte ilegal de arma de fogo e apologia ao crime”, ressaltou.
Ainda de acordo com Isaac, as armas encontradas são três escopetas calibre 12 e um revólver calibre 38, todas com numeração raspada. Também foram apreendidas várias munições de ambos os calibres e uma quantia de aproximadamente 1.500 reais em dinheiro.
“Com a apreensão desse arsenal, acreditamos que haverá uma diminuição nos índices de roubos e homicídios no município”, afirmou o tenente. Participaram da ação policiais militares da Força Tática e da companhia da PM em São José de Mipibu.
Foram apreendidos três escopetas calibre 12 e um revólver calibre 38, além de munições de ambos os calibres e uma quantia de aproximadamente R$ 1.500 (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN)Foram apreendidos três escopetas calibre 12 e um revólver calibre 38, além de munições de ambos os calibres e uma quantia de aproximadamente R$ 1.500 (Foto: Divulgação/Polícia Militar do RN).

23 de janeiro de 2015

Crise afeta também a Capital do RN: Decreto determina redução de 25% de gastos no Executivo Municipal

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT) oficializou a redução nos gastos de custeio no percentual mínimo de 25% no âmbito do Executivo Municipal. Essa é uma das medidas do Decreto nº 10.604, publicado nesta quinta-feira (22), em Diário Oficial.
Para atingir esta meta, os órgãos da administração direta e indireta do Município deverão submeter ao Conselho de Desenvolvimento Municipal (CDM), até 10 de fevereiro, a proposta de redução nos gastos com base nos valores registrados em 31 de dezembro de 2014, demonstrando o cronograma que será utilizado para obtenção dessa economia. Caso o gestor não consiga atingir este percentual, o órgão está obrigado a apresentar as devidas justificativas.
A medida exige ainda uma reavaliação dos contratos de estágios remunerados e dos terceirizados e de aluguel – automóveis, imóveis, reprografia, etc – e, em caso de continuidade, o órgão deve apresentar um relatório global justificando as manutenções.
Contratos e convênios que ultrapassem o valor de R$ 20 mil estarão submetidos a aprovação prévia do CDM. A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) terá que fazer uma avaliação dos gastos com energia elétrica ocupados pelo Poder Executivo e apresentar relatório com alternativas para redução do consumo.
A Controladoria-Geral do Município (CGM) apresentará ao CDM até 5 de fevereiro o relatório de gastos com combustível, diárias, passagens e telefonia ocorridos em 2014. Até o dia 10 do mesmo mês, será a vez da Secretaria Municipal de Administração (Semad) propor a redução dos gastos com combustíveis, diárias, passagens e telefonia para o ano de 2015.

Violência em Alta no RN: É um homicídio a cada cinco horas

As estatísticas oficiais da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) apontam para a ocorrência de um homicídio a cada cinco horas no Rio Grande do Norte este ano. Entre os dias 1º e 21 deste mês já ocorreram 106 homicídios em Natal e no interior (até 18h), cinco mortes a mais em comparação ao mesmo período de janeiro de 2014, que totalizou 101, segundo informou o coordenador de Informática e Estatística da Sesed, Ivenio Hermes Júnior.

Para Ivenio Hermes Júnior, o número de homicídios apurado  até ontem “é preocupante”, pois se continuar crescendo nesse ritmo o mês de janeiro pode terminar com 70 mortes a mais em relação aos assassinatos ocorridos no mesmo período do ano passado. Em 2014, a média diária de homicídios foi de 4,25 casos, enquanto este ano já está sendo de 5,04. “A gente tem de encontrar uma maneira de frear isso”, diz  Ivênio, que atuava como pesquisador da criminalidade no Conselho Estadual dos Direitos Humanos e da Cidadania  (CEDHC).

Junior SantosDois homicídios foram registrados na tarde de ontem, um deles no bairro Rosa dos Ventos, em Parnamirim. Polícia suspeita de acerto de contas por tráfico de drogasDois homicídios foram registrados na tarde de ontem, um deles no bairro Rosa dos Ventos, em Parnamirim. Polícia suspeita de acerto de contas por tráfico de drogas

Com apenas duas semanas de trabalho na Sesed, Ivênio Hermes disse que, inicialmente, enfrenta dificuldades relacionadas a recursos humanos na Coine, “o que já está sendo providenciado”, bem como a falta de um banco de dados unificado. “Não temos computadores interligados às delegacias de Policia Civil, Ciosp e Itep”, exemplificou ele, que falou sobre a intenção de unificar os bancos de dados dos órgãos do aparelho de segurança público do Estado, num prazo de seis meses. “É um trabalho demorado”, disse.


Segundo Ivênio Hermes, por enquanto, já foi possível consolidar e unificar o banco de dados relacionados a assaltos a bancos e transeuntes. “Já estamos conseguindo fazer esse levantamento a cada 12 horas”, adiantou ele.

O delegado de Homicídios, Frank Albuquerque, que comanda uma equipe de mais oito delegados e 42 policiais, já havia dito na edição de domingo (18) da TRIBUNA DO NORTE, que o policiamento ostensivo nas ruas não inibe ou contribui para a queda do número de homicidios “porque não se pode ter um policial de porta em porta das casas”. No entanto, ele defende que o aumento das penalidades para os acusados de homicídios e outros crimes. Esse seria, segundo ele, a saída para diminuição da violência e da criminalidade no Rio Grande do Norte e no país, onde um acusado de assassinato cumpre em média 14 anos de prisão mas, ao cumprir um sexto da pena, é beneficiado com a progressão de regime para liberdade condicional.

“Um bandido que é preso com uma arma, paga fiança e no outro dia está solto”, diz também o delegado Frank Albuquerque, para quem as penalidades hoje, no país, beneficiam mais o criminoso do que propriamente a sociedade. “Recentemente mesmo”, contou ele,  “das três pessoas que foram flagradas com cinco mil comprimidos de Ecstasy (uma droga sintética) na praia de Pipa, em Tibau do Sul, dois já foram soltos”.

Na opinião do delegado, caso as punições no Brasil fossem mais severas, a população carcerária iria crescer “mas ia diminuir a criminalidade”. Isso porque muitos dos crimes são cometidos por reincidentes “que entram e saem dos presídios”. Para Albuquerque, se a “lei seca” foi criada para coibir os acidentes e diminuir o número de mortes no trânsito”, o aumento da pena no caso de homicidios, por exemplo, também iria contribuir para a diminuição do número de assassinatos.

Frank Albuquerque disse que a maioria dos homicídios não ocorre de maneira casual, é planejado e as vítimas são mortas, geralmente, próximos às suas residências e em locais que costumam frequentar. 

Grande parte dos inquéritos em tramitação na Delegacia de Homicídios (Dehom) - pontuou o delegado - tem o tráfico e o consumo de drogas como pano de fundo. Há casos em que a vítima é morta porque não pagou dívida de droga aos traficantes e em outros a motivação é a disputa por ponto de venda de drogas, as chamadas “boca de fumo”.

Mas em alguns casos, Albuquerque disse que os homicídios que vêm ocorrendo em Natal, principalmente, estão relacionados à guerra e a disputa de poder  por grupos do crime organizado, identificado em Natal como “Sindicato do RN” e “PCC”.

Frank Albuquerque informou que desde a criação da nova Dehom em agosto do ano passado, foram abertos 189 inquéritos criminais, alguns deles, inclusive, são remetidos à Justiça, com pedidos de devolução porque homicídio “é um crime de apuração difícil” pela dificuldade de encontrar testemunhas “devido ao medo que elas têm de ser mortas pelos acusados”.  

Indicadores
Em maio do ano passado o Mapa da Violência elaborado pela Faculdade Latino-americana de Ciências Sociais (Flacso) já apontava que o Rio Grande do Norte foi o estado brasileiro onde mais cresceu o número de homicídios num  período de dez anos, chegando a 272% entre 2002 e 2012. Segundo a pesquisa, no mesmo período, a variação na  taxa de homicídios por cada grupo de cem mil habitantes também foi a maior do país – 229,1%. De acordo com o Mapa da Violência – 2014, o número de homicídios no Rio Grande do Norte passou de 301 assassinatos em 2002 para 1.121 no ano de 2012. Já o ranking da fundação City Mayors divulgado na revista “Veja” na segunda semana de janeiro deste ano, coloca Natal como a quarta cidade mais perigosa do país (a 12º no mundo), com 58 homicidios por 100 mil habitantes, atrás apenas de Maceió (AL), Fortaleza (CE) e João Pessoa (PB).


Alguns dos principais homicídios/2015

Parnamirim - 18 de janeiro
Após sair de uma festa acompanhado por um amigo, Antônio Jackson Oliveira da Silva, de 19 anos, foi surpreendido por dois homens em um carro. Os dois rapazes foram alvos dos disparos dos criminosos que estavam no veículo, mas só Antônio Jackson morreu.

Natal - 17 de janeiro
Caminhando pelas ruas do Vale Dourado, às 2h do domingo (18), Gilson Domingos da Silva, de 26 anos, també foi alvo de bandidos. Na rua Joaquim Murtinho, dois homens em uma motocicleta abordaram a vítima e o executaram a tiros. A dupla fugiu sem deixar pistas.

Natal - 8 de janeiro
Aos 16 anos, Felipe Paulino da Silva já havia sido apreendido por roubo e tentativa de homicídio. Em uma noite, quando aguardava para cortar o cabelo em um salão de beleza na comunidade da África, na Redinha, três homens chegaram ao local à procura do adolescente. Um dos bandidos sacou um revólver e efetuou quatro disparos no tórax e um na cabeça do jovem, que morreu na hora. Todos os criminosos fugiram.

Natal - 5 de janeiro
Era uma tarde de domingo quando Francisco Avelino da Silva, de 70 anos, lavava o seu carro em frente à sua residência, no bairro de Candelária, zona Sul de Natal. Porém, um assaltante que trafegava em uma motocicleta pela rua Domingos Amaro tentou levar o cordão de ouro de Francisco, que reagiu. O criminoso atirou contra o peito do idoso, que morreu a caminho do hospital. O bandido fugiu.

Moradora de Passa e Fica procura filhos que moram no Rio de Janeiro

Severina Maria Sudario
A Senhora Severina Maria de Sudário de 55 anos, mora atualmente no Fernando Município de Passa e Fica RN, ela mora sozinha e têm passado por dificuldades, moradores da comunidade buscam ajuda e uma delas é tentar encontrar seus filhos, um casal que moram atualmente no Rio de Janeiro. Thais Sudário da Silva e Thiago Sudário da Silva são os filhos de Dona Severina e são eles que tentarmos encontrar para ajudarem sua mãe. Pedimos para que todos compartilhem para que possamos encontrar esses dois que são os filhos dessa senhora que precisa deles.

INFORMAÇÕES SOBRE OS FILHOS DE DONA SEVERINA(FOTO A BAIXO):
 (84) 8860 3321
Thiago e Thais ( Filhos de Severina) 

Suspeito atira contra policial, é preso e quase linchado após assalto

Portal BO
Um homem foi preso e quase linchado, após assaltar um mercadinho e ainda atirar contra um policial, na noite desta quinta-feira (22). A ocorrência foi registrada na avenida Chegança, em Nova Natal, zona Norte de Natal.
O suspeito entrou no mercado no momento em que o estabelecimento estava sendo fechado. Ele rendeu dois funcionários e passou a recolher o dinheiro no caixa. Neste momento, um policial militar que passava pelo local percebeu a ação e interviu. Houve uma intensa troca de tiros e o PM chegou a ser atingido de raspão.
O proprietário do mercado revelou que está preocupado com a falta de segurança. “Não podemos nem mesmo trabalhar”, disse o comerciante.
O policial envolvido na ocorrência, que terá nome preservado, contou que deu voz de prisão, mas o suspeito reagiu atirando. Mesmo baleado na perna, ele reagiu e conseguiu deter o suspeito. O assaltante ainda foi agredido pela população após ser preso.

Em noite violenta, PM registra quatro homicídios em cidades do RN

Mais uma madrugada violenta na Grande Natal e no interior do Rio Grande do Norte. Segundo a Polícia Militar, foram registrados homicídios entre a tarde desta quinta (22) e a madrugada desta sexta-feira (23) nas cidades Macaíba, Assu, Monte Alegre e Macau. Além desses quatro crimes, um corpo foi encontrado em Ielmo Marinho.
Divulgação/Polícia Militar
Homicídio em Macau aconteceu ao lado da igreja São Pedro, no bairro de PortoHomicídio em Macau aconteceu ao lado da igreja São Pedro, no bairro de Porto

De acordo com a PM, o primeiro crime aconteceu na tarde de ontem em Macaíba, na região metropolitana. Um homem não identificado foi morto a tiros no bairro Castelo Branco com tiros de pistola calibre 380. A vítima estava em uma motocicleta com placa do município de São Tomé, na região Agreste do estado, quando foi executada. Ninguém foi preso.

O segundo assassinato da noite aconteceu na RN-316, estrada que dá acesso ao município de Monte Alegre. Segundo a polícia, a vítima foi identificada como Allan do Nascimento Dutra, de 25 anos. O rapaz estava com amigo de bicicleta e teria sido surpreendido por dois armados. Os criminosos atiraram no rosto do jovem, que morreu na hora. Ainda de acordo com a Polícia Militar, após Allan ser executado, o amigo conseguiu fugir por um matagal.

O terceiro homicídio aconteceu em Assu, na região Oeste do estado. De acordo com a PM, os policiais receberam a informação de um jovem havia sido morto a tiros no bairro Frutilândia e ao chegarem ao local, encontraram um rapaz identificado como Thiago Rocha dos Santos. Não há informações sobre quem matou o rapaz ou o que possa ter motivado o crime.

O último homicídio ocorreu já na madrugada desta sexta-feira em Macau, na região da Costa Branca do Rio Grande do Norte. Segundo a polícia, Eradayckson Bezerra, de 21 anos, foi morto a facadas ao lado da igreja Católica, no bairro São Pedro. O suspeito não foi identificado e conseguiu fugir.

Os corpos foram encaminhados para a sede do Instituto Técnico-Científico de Polícia do RN (Itep-RN), no bairro da Ribeira, em Natal.

Ielmo Marinho
Em Ielmo Marinho, município a 54 quilômetros de Natal, a Polícia Militar encontrou um corpo em uma estrada carroçável, nas proximidades do assentamento São Sebastião 3. O corpo foi levado para Itep-RN mas até momento não foi identificado.

22 de janeiro de 2015

Natal sobe no ranking e agora é a 11ª cidade mais violenta do mundo, aponta ONG

Mesma pesquisa divulgada em 2014, destacou Natal na 12ª colocação

Foto: José Aldenir
Foto: José Aldenir
Que a segurança no Rio Grande do Norte está longe do ideal, isso os potiguares já sabem e sentem na pele. Não bastasse isso, agora, o mundo inteiro está ciente dessa violência que assola o Estado, principalmente em Natal. Em uma pesquisa divulgada esta semana pela ONG (organização não governamental) Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, do México, a capital potiguar aparece em 11º no ranking das cidades mais violentas do mundo, levando em consideração o número de homicídios para cada 100 mil habitantes em 2014.
Segundo os dados, Natal teve 931 homicídios em 2014, uma média de 63,68 para cada 100 mil habitantes. Na mesma pesquisa divulgada no início do ano passado e levando em consideração o que aconteceu em 2013, a capital potiguar aparecia em 12º, com uma taxa de 57,62. No Brasil, Natal aprece na 5ª colocação, atrás apenas de João Pessoa-PB, com média de 79,41 (4ª colocação no ranking mundial), Maceió-AL, com 72,91 (6ª colocação no ranking mundial), Fortaleza-CE, com 66,55 (8ª colocação no ranking mundial) e São Luís-MA, com 64,71 (10ª colocação no ranking mundial). Vale lembrar que nesse estudo a ONG considerou também os homicídios acontecidos na Região Metropolitana dos municípios.
Pelo 4º ano consecutivo, a cidade hondurenha de San Pedro Sula, com uma taxa de 171,20 homicídios por cada 100 mil habitantes, ocupou o primeiro lugar entre as 50 cidades (com 300.000 ou mais habitantes) mais violentas do mundo. Em 2014, como em 2013, Caracas e Acapulco ocuparam as posições 2 e 3, com taxas de 115,98 e 104,16 homicídios por cada 100 mil habitantes, respectivamente.
Saíram de 2014 as seguintes cidades que apareceram em 2013: Santa Maria (Colômbia), San Juan (Puerto Rico), Maracaibo (Venezuela) e Puerto Príncipe (Haiti). Essas quatro cidades tiveram taxas inferiores à de Cuernavaca (25,45 homicídios por cada 100 mil habitantes), que ocupou o 50º lugar. Entraram no ranking de 2014 as cidades brasileiras de Teresina, Porto Alegre e Curitiba e a cidade mexicana de Obregón. As diminuições mais significativas foram nas cidades colombianas e mexicanas. A maior redução ocorreu em Torreón (49%), ao passar de uma taxa de 54,24 em 2013 para 27,81 em 2014.
Se for considerado não apenas o ranking de 2013, mas o dos anos anteriores e também informações prévias, o caso de maior redução no número de homicídios foi o de Medelín, Colômbia. Em 2010, Medelín ocupou a décima posição no ranking com uma taxa de 82,62 homicídios por cada 100 mil habitantes, mas em 2014 caiu para a posição 49 com uma taxa de 26,91 homicídios por cada 100 mil habitantes: ao longo de 4 anos, a taxa diminuiu 67%.
Das 50 cidades do ranking, 19 estão no Brasil, 10 no México, 5 na Colômbia, 4 na Venezuela, 4 nos Estados Unidos, 3 na África do Sul e 2 em Honduras. Há uma cidade de El Salvador, uma da Guatemala e uma da Jamaica. A grande maioria das 50 cidades mais violentas do mundo estão no continente americano (47 cidades) e particularmente na América Latina (43 cidades). “Fazemos este ranking com o objetivo de chamar a atenção para o crescimento da violência nas cidades, particularmente na América Latina, de modo que os governos sejam pressionados a cumprir o seu dever de proteger os cidadãos, para garantir o seu direito de segurança pública. O que buscamos é que os governantes possam fazer de tudo para conseguir retirar as suas cidades do ranking e também fazer com que outros governantes não deixem suas cidades figurarem no ranking”, destacou José Antonio Ortega Sánchez, presidente do Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal.
De acordo com informações do Conselho Estadual de Direitos Humanos, em todo o Rio Grande do Norte foram registrados 1773 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) apenas em 2014, um aumento de quase 6% em comparação ao ano de 2013, quando 1666 CVLIs ocorreram em terras potiguares.  O Jornal de Hoje tentou contato com a secretária de segurança do RN, para que ela comentasse sobre a pesquisa. Porém, ela esteve em reunião durante toda a manhã.
Cidades brasileiras mais violentas
4ª João Pessoa-PB 79.41
6ª Maceió-AL 72.91 8ª Fortaleza-CE 66.55
10ª São Luís-MA 64.71
11ª Natal-RN 63.68 15ª Vitória-ES 57.00
16ª Cuiabá-MT 56.46
17ª Salvador-BA 54.31
18ª Belém-PA 53.06 20ª Teresina-PI 49.49
23ª Goiânia-GO 44.82 29ª Recife-PE 39.05
30ª Campina Grande-PB 37.97 33ª Manaus-AM 37.07
37ª Porto Alegre-RS 34.65 39ª Aracaju-SE 34.19
42ª Belo Horizonte-MG 33.39
44ª Curitiba-PR 31.48
46ª Macapá-AP 28.87

(Fotos) BBB Aline manda celular pro conserto e fotos íntimas vazam na net

Aline disse já ter ficado com cantor Luan Santana. Foto: DivulgaçãoTodo ano é a mesma coisa, começa o BBB e a nudez começa a vazar destruindo o sonho de muitos brothers e sisters que sonham em estampar as capas das revistas. Primeiro foram as (supostas) fotos do carioca Fernando, agora pra alegria dos brothers, temos uma sister.
A loirona Aline, uma das última a entrar na casa e que disputa a permanência com a brasiliense Julia, teve supostas fotos íntimas vazadas pelos zapzap da vida.
Nas imagens, a sister tira fotos pelo celular apenas de calcinha e mostrando os seios.
Comentários de internautas já garantem que se depender da comissão de frente, a última vaga será dela.

Fonte IG
Veja as fotos Clicando a baixo em "MAIS INFORMAÇÕES"

21 de janeiro de 2015

Prefeitura de Santo Antônio e de outros quinze municípios do RN ficam com saldo zero na 2ª parcela do FPM

A Prefeitura de Santo Antônio e de outros quinze municípios do Rio Grande do Norte registraram, pela segunda vez em 2015, saldo zero nas respectivas contas bancárias destinadas à movimentação dos recursos oriundos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Na primeira parcela, depositada no dia 9 passado, um total de 38 prefeituras havia ficado com saldo zero. A primeira parcela do FPM deste mês janeiro ficou 31,5 por cento abaixo da primeira parcela de janeiro de 2014.

Os recursos referentes à segunda parcela do FPM de 2015 foram depositados pela Secretaria do Tesouro Nacional na noite de ontem, 19, nas contas das prefeituras. O saldo zero é registrado quando, deduzidas as contribuições para as áreas da Saúde, Educação e Pasep, os recursos são insuficientes para arcar com as contribuições previdenciárias.
Ficaram com saldo zero pela segunda vez em janeiro as prefeituras dos seguintes municípios: Alto do Rodrigues, Areia Branca, Baraúna, Canguaretama, Extremoz, Governador Dix-sept Rosado, João Câmara, Maxaranguape, Nísia Floresta, Parnamirim, Pedro Avelino, Pedro Velho, Pendências, Pureza, Santo Antônio e São José de Mipibu.

Cinco pessoas são mortas a tiros em menos de 10 horas na Grande Natal

em São Em um dos crimes, em Gonçalo do Amarante, vítima foi assassinada na frente da residência onde morava (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Em um dos crimes, em São Gonçalo do Amarante, vítima foi assassinada na frente da residência onde morava (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Cinco pessoas foram assassinadas entre a noite da terça-feira (20) e a madrugada desta quarta-feira (21) na Grande Natal. Segundo a Polícia Militar, as vítimas foram mortas em um intervalo de menos de 10 horas. Ninguém foi preso.
O primeiro dos cinco homicídios foi registrado na BR-406, próximo ao viaduto que dá acesso ao Aeroporto Internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante. José Eliseu Carvalho de Araújo, de 34 anos, trabalhava como vigilante em uma empresa terceirizada que prestava serviços para o INSS de Ceará-Mirim. Ele estava em uma moto quando foi baleado. Segundo o sargento José Basílio, a vítima sofreu vários tiros, inclusive na cabeça, o que caracteriza crime de execução.
Ainda em São Gonçalo do Amarante, no bairro Golandim, um homem foi assassinado na frente da residência onde morava. O crime aconteceu na rua Nossa Senhora de Aparecida. Identificado por Clésio Jerônimo da Costa, de 50 anos, a vítima era ex-taxista, e atualmente trabalhava como operário da construção civil. A Polícia Civil apurou que Clésio pode ter sido morto por ordem de traficantes da região. Há informações de que alguém, morador da vizinhança, teria denunciado o funcionamento de um ponto de venda de drogas na região.
Já em Natal, no bairro Tirol, um dos mais nobres da cidade, um homem foi encontrado morto na rua José Barreira Silva Verde. A Polícia Civil achou um rodo usado por limpadores de carro e vestígios de drogas próximo ao corpo. Segundo os peritos do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), o homem foi morto por espancamento. O corpo da vítima ainda não foi identificado.
Também na capital, no bairro de Lagoa Seca, a vítima foi um rapaz. Ao lado do corpo do jovem, que também não foi identificado até o momento, os policiais encontraram uma arma de fabricação caseira.  De acordo com o sargento Marcos Dionísio, o jovem é suspeito de ter participado de um assalto na região. “Ele estaria na companhia de outro rapaz, que conseguiu fugir. Alguém reagiu e atirou”, relatou.
Por fim, já na madrugada desta quarta-feira, a Polícia Militar registrou um assassinato emParnamirim, também cidade da região Metropolitana da capital. O crime aconteceu no bairro de Nova Esperança. Francisco de Assis Paigino de Lima, de 21 anos, foi morto na frente da casa em que morava, na rua São Paulo. Segundo o sargento Reinaldo, do 5º Batalhão da PM, ainda não se sabe os motivos que levaram ao homicídio do rapaz.

FOTOS: Camaro é arrastado pelo mar na praia de Cotovelo



10923608_1680341512192648_8975219235901459605_n10383892_1680341308859335_845264183539337130_nFotos: Edson Flávio/Via Certa Natal
Um veículo modelo Camaro foi arrastado pelo mar na praia de Cotovelo em Parnamirim, região metropolitana da capital potiguar.
Informações dão conta de que o motorista do carro de luxo estava dando uma volta na orla quando foi surpreendido pelo mar. O veículo foi rebocado e ainda não se tem dimensão do prejuízo.

Mão Branca? Assaltante é morto após trocar tiros com desconhecido

 Portal BO
Um homem ainda não identificado morreu na noite desta terça-feira (20), após cometer um assalto e trocar tiros com a vítima, na rua Coronel Silvino Bezerra, no bairro de Lagoa Seca, zona Leste de Natal. De acordo com a polícia, o suspeito estava com um comparsa que conseguiu fugir logo após o crime.
Segundo o sargento Marcos Silva, da Rocam, o assalto ocorreu por volta das 22h, na avenida 01. A dupla rendeu um grupo de pessoas que caminhava no local, uma dessas pessoas estava armada e reagiu. “Ainda não sabemos quem era a vítima do assalto que portava uma arma, depois ocorrido ela despareceu, assim como as outras vítimas. Estamos concentrados agora em prendermos o suspeito que conseguiu escapar”, disse.
O assaltante morto caiu no canteiro da Rua deixando para trás uma pistola calibre 38 de fabricação caseira que ele usou para anunciar o crime momentos antes da reação do desconhecido. Moradores que preferiram não ser identificados informaram que o homem, que não possuía nenhum documento, era frequentemente visto no semáforo do cruzamento das avenidas Salgado Filho com a Antônio Basílio.

20 de janeiro de 2015

Maior nota de corte do Sisu, curso quer atrair médicos ao interior do RN


A atração de médicos para atender o interior é o foco do curso de medicina com a maior nota de corte do Brasil na primeira parcial do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), feita na madrugada desta terça-feira (20). A graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte(UFRN) no campus de Caicó, cidade da região Seridó, nasceu dentro da política de interiorização adotada pela instituição e quer priorizar alunos com raízes regionais.
Com 868,98 pontos como nota de corte, o curso ofertado no campus de Caicó ficou a frente das graduações de medicina da UFPA (858,13), UnB (826,54), UFRJ (821,64) e UFPR (821,53). As notas são para a modalidade de ampla concorrência. O Sisu usa, para fazer a seleção para as vagas, as notas obtidas pelos candidatos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014.
Curso foi criado há seis meses na região Seridó do Rio Grande do Norte (Foto: Cícero Oliveira/G1)

"É um dado que fortalece muito a proposta deste curso. Representa uma aceitação da oportunidade que está sendo dada para aqueles que querem estudar medicina sem precisar se deslocar para grandes cidades. Nosso programa é voltado para a inserção na comunidade e para atendimento da demanda regional", afirma o diretor da Escola de Ciências Médicas da UFRN em Caicó, George Dantas Azevedo.
Alunos do curso de medicina de Caicó em aula de campo (Foto: Cícero Oliveira/G1)Alunos do curso de medicina de Caicó em aula de
campo (Foto: Cícero Oliveira/G1)
Planejado desde 2012, o curso de medicina veio com a proposta da UFRN de criar cursos mais competitivos no interior. "Queremos atender uma demanda da comunidade e privilegiar alunos que tenham vínculos com a região. Com isso a possibilidade de permanência do profissional aqui aumenta", explica o diretor da Escola de Ciências Médicas.

Para atender a meta, a UFRN criou uma resolução em 2013 que estabelece um critério regional para incrementar as notas dos alunos da região. Os estudantes que realizaram o último ano do ensino fundamental e os três anos do ensino médio em microregiões próximas a Caicó ganham o argumento de inclusão.

"Vale para todos os cursos ofertados no interior. Inclui microrregiões do Rio Grande do Norte e também algumas da Paraíba. Não há prioridade para escola pública ou privada. O critério é regional", ressalta George Dantas, que acredita ter sido esse um dos fatores que influenciaram o ponto de corte alto do curso.

Mais um presente de Dilma para o povo: Combustíveis sofrerão mais aumento

O governo Dilma Rousseff anunciou ontem um grande pacote de aumento de impostos ao consumidor e às empresas dos setores de combustíveis, cosméticos e importadoras para elevar a arrecadação em R$ 20,6 bilhões, recuperar a confiança na economia e fechar suas contas este ano. O governo decidiu dobrar a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), de 1,5% para 3%, que incide sobre os empréstimos bancários contratados pelas pessoas físicas. A medida entra em vigor nesta terça-feira. Além disso, o governo elevará tributos sobre a comercialização de gasolina e óleo diesel nos postos de combustíveis do País.
Aldair Dantas
A partir de agora, os consumidores vão pagar mais impostos em operações de crédito. Alíquota do IOF sobe para 3% e produtos importados ficarão mais carosA partir de agora, os consumidores vão pagar mais impostos em operações de crédito. Alíquota do IOF sobe para 3% e produtos importados ficarão mais caros

O aperto tributário do governo foi anunciado pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy, no início da noite de ontem. Depois de rejeitar, na semana passada, que um “saco de maldades” estivesse a caminho, Levy anunciou o aumento de tributos com um duplo objetivo: ampliar a arrecadação federal, de forma a equilibrar as contas públicas, e reduzir o ímpeto dos consumidores, para controlar a inflação, que neste ano pode se aproximar de 7%.

A decisão de frear o consumo doméstico em uma conjuntura onde o Produto Interno Bruto (PIB) beira uma recessão é delicada. Mas foi bancada pelo Planalto. Para completar a série de medidas impopulares, nesta quarta-feira, o Banco Central deve aumentar a taxa básica de juros em 0,5 ponto porcentual, levando a Selic a 12,25% ao ano. “São medidas para trazer o reequilíbrio fiscal, com objetivo de aumentar a confiança na economia brasileira, de forma a termos a retomada. Queremos isso com o menor sacrifício possível”, afirmou Levy.

Sobre combustíveis, o governo vai reinstituir a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). A taxa estava zerada há quase três anos e, dentro de três meses, voltará efetivamente. Serão R$ 0,22 sobre o preço da gasolina e R$ 0,15 sobre o diesel. A medida renderá arrecadação de R$ 3,6 bilhões este ano, segundo informou o jornal “O Estado de S. Paulo”. Além disso, o governo também elevará as alíquotas do PIS/Cofins sobre o setor.

MAIS UM ANO DE SECA? Previsão de chuvas para o Semiárido é abaixo do normal para 2015

Os meteorologistas do Nordeste e outros especialistas nacionais de institutos de meteorologia, reunidos ontem (19) e hoje (20), em Fortaleza/CE, na Fundação Cearense de Meteorologia, no XVII Workshop Internacional de Avaliação Climática para o Semiárido Nordestino, concluíram a análise climática para o período de fevereiro a abril de 2015. Segundo o prognóstico, “existe uma tendência de que as chuvas para os próximos três meses (fevereiro, março e abril de 2015) apresentem valores abaixo da normalidade, com grande variabilidade temporal e espacial, conforme os seguintes percentuais: 45% abaixo do normal; 35% dentro do normal e apenas 20% acima do normal.
Magnus Nascimento
Açude Gargalheiras, em Acari/RNAçude Gargalheiras, em Acari/RN

 Segundo os meteorologistas, na análise dos resultados dos modelos oceânicos, que simulam o comportamento da temperatura da superfície dos oceanos para os próximos meses, mostra uma tendência de diminuição do Fenômeno El Niño no Pacífico e um quadro de normalidade para o oceano Atlântico. Essa simulação foi utilizada para estimar o comportamento das chuvas para os próximos meses, dando como resultado uma condição de chuva abaixo da média histórica para o período.


Assim, com as análises dos parâmetros climáticos globais referentes ao mês de dezembro de 2014 e os resultados dos principais modelos oceânicos/atmosféricos (CPTEC/INPE, FUNCEME, IRI, UK MetOffice) e estatístico (INMET), existe uma tendência de que as chuvas para os próximos três meses (fevereiro, março e abril de 2015) apresentem valores abaixo da normalidade, com grande variabilidade temporal e espacial.


No primeiro momento do encontro, os Estados apresentaram as condições pluviométricas referentes ao mês de dezembro e início de janeiro de 2015, destacando os baixos índices de chuvas ocorridos nos Estados do Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Bahia. Para a primeira quinzena de janeiro as chuvas também foram de pequena intensidade e localizadas mesmo com a atuação de vários Vórtices Ciclônicos em Ar Superior (Sistema Meteorológico Transiente que atua sobre a região durante o verão).

Reservatórios
Com relação à condição hídrica do Rio Grande do Norte, prevalece uma alta deficiência no armazenamento de água nos principais reservatórios do seu semiárido, com algumas regiões em situação próximo ao colapso total no abastecimento, caso das Microrregiões do Seridó Ocidental e Oriental, Borborema Potiguar e o Alto Oeste. Os maiores reservatórios do Estado (Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, Santa Cruz e Umari) apresentam uma situação volumétrica que varia de 30 a 45% dos seus volumes máximos.

Em seguida, foram apresentados os parâmetros atmosféricos que influenciam diretamente na ocorrência de chuvas na região, com destaque à condição de temperatura das águas superficiais dos oceanos Atlântico e Pacífico. Essa variável, pelo lado do Oceano Atlântico apresentou durante o mês de dezembro passado uma condição ainda desfavorável, uma vez que na bacia tropical sul as águas superficiais apresentaram anomalias negativas, isto é, águas mais frias do que o normal, enquanto que na bacia tropical norte deste oceano as águas estiveram um pouco mais aquecidas do que o normal, comportamento esse desfavorável para o deslocamento da Zona de Convergência Intertropical (Principal Sistema Meteorológico causador das chuvas no Nordeste Brasileiro no período de fevereiro a maio), para posições mais próximas do Nordeste.

Outro comportamento não favorável a ocorrência de chuvas de modo satisfatório na região nordeste para os próximos meses foi a condição térmica apresentada pelas águas superficiais do Oceano Pacífico que, mesmo apresentado uma redução na anomalia ainda estiveram mais quentes do que o normal
.