18 de outubro de 2018

União reconhece situação de emergência pela seca em Passa e Fica e mais 146 municípios do RN; veja a lista completa

Com a seca que assola o RN há sete anos, animais mortos às margens das rodovias fazem parte de um cenário desolador — Foto: Anderson Barbosa/G1
O Ministério da Integração Nacional, por meio de Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, reconheceu, em decorrência da seca, a situação de emergência em 147 municípios do Rio Grande do Norte – o que representa 88% dos municípios potiguares. No estado, faz 7 anos que as chuvas estão abaixo da média histórica.
O reconhecimento foi formalizado por meio de portaria publicada na edição desta quarta-feira (17) do Diário Oficial da União. Várzea, no Agreste do Rio Grande do Norte, e mais 146 municípios potiguares em situação de emergência.na lista. Veja AQUI a portaria e a lista completa dos 147 municípios abaixo.


VEJA A RELAÇÃO

Quatro novos prefeitos cedem apoio a Carlos Eduardo no 2º turno

Quatro prefeitos que votaram em outra candidatura no primeiro turno anunciaram nesta quinta-feira (18), apoio ao ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo(PDT) para governador. São gestores de municípios do Oeste e do Vale do Açu que declararam o voto confiantes na experiência administrativa de Carlos Eduardo e contrários a candidata do PT.
O grupo veio a Natal com o candidato a vice-governador Kadu Ciarlini (PP) e garantiu empenho total nos últimos dez dias de campanha, para colaborar na virada eleitoral que se configura de acordo com a Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta (17), pela Inter TV Cabugi, com crescimento de 10 pontos percentuais de Carlos Eduardo(32% para 42%) e empate técnico no limite da margem de erro desde o resultado do primeiro turno, enquanto a senadora petista cresceu apenas dois pontos.
Definiram apoio a Carlos Eduardo e Kadu a prefeita de Areia Branca, Iraneide Rebouças(PSD), prefeito Bibiano Azevedo(PR), de Serra do Mel, prefeito Reno Marinho(PRB), de São Rafael e Valderedo Bertoldo(PR), prefeito de Ipanguaçu. A todos eles, Carlos Eduardo garantiu parceria permanente e acesso total no Governo do Estado, “por ter sido prefeito e saber das
dificuldades de se administrar um município”.
O candidato do PDT voltou a advertir sobre a necessidade de que seja eleito um governador alinhado com “o novo Brasil que se desenha nas urnas com o Presidente Bolsonaro”. Ele alertou: “Na crise em que se encontra, o Rio Grande do Norte não pode eleger uma candidata do PT, inimiga do futuro presidente. O Estado vai afundar de uma vez”.
Também declararam apoio a Carlos Eduardo integrantes da oposição de Cruzeta, na Região do Seridó. São eles os vereadores Cypriano Araújo, José Ethel(Téo), Maria de Lourdes e Domingos Araújo(Dudu).

17 de outubro de 2018

Governo do RN sanciona lei que proíbe uso de canudos plásticos nos estabelecimentos comerciais

O governador Robinson Faria proibiu o uso de canudos plásticos em estabelecimentos comerciais do estado. A Lei Nº 10.439, de 16 de outubro de 2018, foi publicada no Diário Oficial do Rio Grande do Norte desta quarta-feira, 17.
A “Lei entra em vigor 180 dias após a data de publicação”. Ficou determinada a “aplicação de multa nos casos de descumprimento” e também a autorização para os comerciantes “manterem uma reserva ativa de canudos plásticos individuais para uso específico de pessoas com deficiência”.
Quando ainda era um Projeto de Lei em tramitação na Assembleia Legislativa, a medida colocou o estado no debate mundial.
O problema apontado e debatido mundialmente está no mal que o plástico provoca no meio ambiente. O polipropileno e o poliestireno, materiais dos quais geralmente são feitos os canudos, não são biodegradáveis. Uma vez descartados, tendem a ficar no ambiente, desintegrando em pedaços menores, que acabam sendo comidos por animais, provocando então mortes, inclusive no mar. Uma opção que está sendo adotada é substituir o canudo de plástico por canudos de papel.

TRE pede reforço de tropas federais para 72 municípios do RN no 2º turno das eleições

Tropas militares fizeram segurança em 97 cidades potiguares no 1º turno das eleições — Foto: Vitorino Júnior
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) vai pedir reforço de tropas federais para a segurança em 72 municípios potiguares no segundo turno das eleições, marcado para o domingo 28 de outubro. São 25 cidades a menos em relação ao primeiro turno do pleito que aconteceu dia 7.

Conforme o TRE, a redução de 97 cidades para 72 deve ocorrer "por se tratar de um turno mais simples e tranquilo" atende à demanda dos juízes eleitorais. "O pedido segue para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que seja autorizado o envio do exército. No mais, as forças estadual e municipal (guarda municipal) serão mantidas", informou.

Em reunião nesta segunda-feira (15), quando informou o reforço do pedido de segurança, o presidente do TRE, desembargador Glauber Rêgo, destacou que o RN foi o primeiro estado do Nordeste a realizar a totalização de votos e o 12º no Brasil.

“Temos a missão de assegurar a segurança e organização da liberdade no exercício do direito do voto. Não apenas isso, temos a atribuição de garantir que o processo eleitoral obedeça às exigências de ordem normativa e siga base moral e ética compatível com os valores da probidade e da lisura”, afirmou.

Na ocasião, foram apresentados dados sobre o primeiro turno das eleições. Na região Oeste, por exemplo, uma falta de energia atingiu 114 seções, que correspondem a um terço das seções pertencentes à 34ª zona eleitoral. O fato gerou atraso no começo da votação.

16 de outubro de 2018

Câmara de Passa e Fica dará posse a João de Dadica Nessa quinta feira

         
          JOÃO SOARES DE MELO ¨JOÃO DE DADICA¨ assumira vaga de Vereador na Câmara de Passa e Fica nessa quinta feira 18 de Outubro. A informação foi confirmada pela Presidente Maria Eliete Ferreira Borges LELA PINTO, que após ter sido notificada da perda do mandato de Josinaldo Mandú e com o Diploma em mãos o 1º Suplente assumira a cadeira as 10:00 hs da manhã dessa quinta feira, a informação também consta na edição do DIARIO OFICIAL do Município.


          Com a chegada de João de Dadica, a bancada de situação passa a ser composta por sete cadeiras, enquanto que a oposição fica apenas com duas.




15 de outubro de 2018

BOLSONARO diz que vai obrigar presos a trabalharem para pagar despesas em presídio

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), aguarda as eleições de 2018 e caso seja confirmado sua vitoria para . Uma das primeiras medidas seria fazer um teste de privatização com os presídios brasileiros. A ideia adotada em muitas cadeias chinesas é colocar o preso para trabalhar. Todos os presidiários aptos a exercerem atividades laborais, exercem funções para ajudar a pagar os custos com eles mesmos na cadeia.
Em troca do trabalho, cada cadeia tem um sistema diferente. Os presos podem trocar o trabalho por comida (além da tradicional servida diariamente), produtos de higiene pessoal, cigarro e etc. É até possível guardar quantias para quando deixar a prisão, facilitando a volta ao mercado de trabalho. É claro que o trabalho dos presos recebe um pagamento menor que os dos demais chineses. E não fiquem espantado, já que por lá uma pessoa normal, em liberdade, trabalha em média 12 horas por dia. Há muitos casos de chineses que morrem de tanto trabalhar em fábricas.
Tanto trabalho é explicado porque a China é muito populosa, com 1,3 bilhão de habitantes, o que faz a concorrência por trabalho ser maior, a comida ser menor e etc. #BOLSONARO também estudará outros modelos de privatização que deram certo no mundo, inclusive, alguns polêmicos, como a de hospitais. É uma forma do governo gastar o mesmo e oferecer um serviço melhor à população, pois teria meios de cobrança. Hoje a auto-fiscalização acaba não funcionando na prática e até os melhores hospitais federais são recheados de problemas.
Para terminar as medidas pós-impeachment, BOLSONARO dará uma turbinada nos programas sociais criados pelo Partido dos Trabalhadores, como o ‘Minha Casa, Minha Vida’ e o ‘Bolsa Família’. Outros dois devem ser criados, um para reforma de casas populares e outro para ajudar a “primeira infância”.

BB lidera ranking de reclamações no terceiro trimestre

O Banco do Brasil liderou o ranking de reclamações contra instituições financeiras com mais de 4 milhões de clientes no terceiro trimestre, informou hoje (15) o Banco Central (BC).
No período, o BC recebeu 1.590 queixas consideradas procedentes contra o banco público, sendo a maioria relacionada à “oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada (178) e irregularidades relativas a integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços, exceto as relacionadas a cartão de crédito, cartão de débito, internet banking e ATM [terminais de autoatendimento]”.
Para fazer o ranking, as reclamações procedentes são divididas pelo número de clientes da instituição financeira que originou a demanda e multiplicadas por 1 milhão. Assim, é gerado um índice, que representa o número de reclamações da instituição financeira para cada grupo de 1 milhão de clientes. O resultado é, portanto, avaliado pela quantidade de clientes de cada instituição financeira. Com esse cálculo, o Banco do Brasil ficou com índice 25,22. O conglomerado BB tem mais de 63 milhões de clientes.
Em segundo lugar, vem a Bradesco, com índice 22,55 e 2.151 reclamações. E em terceiro, o Santander, com índice 22,10 e 933 reclamações.
No total, o BC recebeu 9.878 reclamações contra todas instituições financeiras. A maioria das reclamações foram relacionadas a oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada (1.470).
A insatisfação com serviços e produtos oferecidos por instituições financeiras pode ser registrada no BC e as reclamações ajudam na fiscalização e na regulação do Sistema Financeiro Nacional. Quando a reclamação chega à autarquia é encaminhada para a instituição financeira, que tem prazo de 10 dias úteis (descontados sábados, domingos e feriados) para dar uma resposta, com cópia para o BC.
Entretanto, o BC recomenda que a reclamação seja registrada, primeiramente, nos locais onde o atendimento foi prestado ou no serviço de atendimento ao consumidor (SAC) da instituição financeira. Se o problema não for resolvido, o cliente pode ainda recorrer à ouvidoria da instituição financeira, que terá prazo de até 10 dias úteis para apresentar resposta. Os clientes bancários também podem buscar atendimento no Procon e recorrer à Justiça.
Procurados, Banco do Brasil, Bradesco e Santander ainda não se manifestaram sobre o assunto.

Bolsonaro afirma que vai resgatar o respeito em sala de aula

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, afirmou nesta segunda-feira (15), no Dia do Professor, que pretende valorizar a categoria e resgatar o respeito em sala de aula.
Lembrando que é formado em educação física, ele disse que estava falando como professor da área.
“A inversão de valores dificulta a autoridade do professor em sala de aula. São muitos os relatos e registros de agressão, desrespeito e humilhação. Resgatar a referência que sempre representaram é também uma forma de valorizá-los”, disse o candidato no Twitter.

Carlos Eduardo tem 54,13% dos votos da Grande Natal; Fátima lidera no interior

Ex-prefeito de Natal e candidato ao Governo do RN pelo PDT, Carlos Eduardo Alves tem a preferência de 54,13% dos eleitores da Região Metropolitana. Fátima Bezerra, do PT, marca 28,70% na capital. Em todo o estado, a vantagem é da petista: 44,61% a 38,58% no cenário estimulado da pesquisa Fiern/Certus divulgada nesta segunda-feira, 15.
No primeiro turno da eleição, disputado no último dia 7 de outubro, 47,65% dos eleitores de Natal votaram no ex-prefeito. Fátima Bezerra terminou a apuração com 29,05% dos votos.
Por outro lado, enquanto Carlos Eduardo Alves lidera na capital, perde na pesquisa em todas as regiões do interior do estado, inclusive no Oeste, terra de Kadu Ciarlini, que é vice na chapa. No Médio Oeste, Fátima Bezerra marca 51,16% contra 26,98% do adversário. No Alto Oeste, a petista tem a maior vantagem: 66,45% contra 20% do pedetista.
A 1ª Pesquisa FIERN/Certus Retratos da Sociedade Potiguar sobre o 2º Turno das eleições 2018 foi realizada de 10 a 13 de outubro, com 1410 entrevistas, em sete regiões do RN, com margem de erro 3%. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob os números BR – 00385/2018 e RN – 02146/2018.

Eleitor ausente às urnas no 1º turno pode votar normalmente no 2º Turno


Os eleitores que não compareceram às urnas para votar nas eleições do último domingo, 07 de outubro, deverão justificar sua ausência ao pleito. A Justiça Eleitoral responde as dúvidas dos cidadãos que se enquadram nesta situação e orienta sobre como proceder. Diferente das pessoas que justificaram o voto no dia da eleição e não precisaram dizer o motivo de não votar, o eleitor que não esteve presente em seu domicílio eleitoral e não solicitou o voto em trânsito poderá justificar sua ausência, e apresentar razão, através do preenchimento do formulário Requerimento da Justifica Eleitoral (RJE), disponível na página do TRE/RN, na internet, através do link http://www.tre-rn.jus.br/eleitor/justificativa-eleitoral.
Além do formulário, o cidadão deve anexar os documentos que atestem o motivo que o impossibilitou de comparecer à votação. A entrega poderá ocorrer pessoalmente em qualquer cartório eleitoral, ou ainda, existe a possibilidade do documento ser enviado pelo correio para o juiz da zona eleitoral.
O eleitor pode justificar sua ausência pela internet utilizando o ‘sistema justifica’ na página do TSE ou dos tribunais regionais. No formulário online, é necessário inserir seus dados pessoais, declarar a causa do não comparecimento e anexar comprovante do impedimento para votar. Após esta etapa um protocolo gerado permite ao eleitor acompanhar o andamento do processo até decisão do juiz eleitoral. A justificativa será registrada no histórico do eleitor junto ao cadastro eleitoral. Vale ressaltar que aquele que não votou em primeiro turno e nem justificou fica impedido de exercer o voto no segundo turno, marcado para o dia 28 de outubro.
Os Brasileiros que estavam no exterior no dia eleição deverão encaminhar o formulário de justificativa pós-eleição e a documentação comprobatória até 60 dias após o turno ou em 30 dias contados da data de retorno ao Brasil. Se estiver inscrito em zona eleitoral do exterior, ele precisará encaminhar o requerimento diretamente ao juiz competente ou entregar nas missões diplomáticas e repartições consulares localizadas no país ou enviar pelo sistema justifica.
O cidadão que não votar durante três eleições seguidas, cada turno corresponde a uma eleição, e não justificar e quitar a multa a multa devida estará sujeito a diversas sanções como o cancelamento do registro do título eleitoral, o impedimento de obter passaporte ou carteira de identidade, a impossibilidade de receber salários de função ou emprego público e fazer alguns tipos de empréstimos. Além disso, o eleitor ficará proibido de ser investido e nomeado em concurso público, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo e obter certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado. A regra não se aplica aos eleitores cujo voto é facultativo.

10 de outubro de 2018

TRE Afasta Vereador Josinaldo Mandú e torna INELEGIVÉIS por 8 anos Everaldo Bezerra e Danulo Mandú, JOÃO DE DADICA assumira cadeira na Câmara

Além de determinar afastamento imediato de Josinaldo Mandu, o TRE também manteve a condenação de ex-candidatos à Prefeitura
Resultado de imagem para joão de dadica
João de Dadica assumirá a cadeira e será o 7º Vereador da Situação em Passa e Fica
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN) seguiu parecer do Ministério Público Eleitoral e decidiu, na sessão desta terça-feira, 9, pelo afastamento imediato do vereador de Passa e Fica, Josinaldo Pereira da Silva, conhecido como Josinaldo Mandu. Ele foi condenado por abuso de poder econômico juntamente com Everaldo Bezerra Guedes e Danilo “Mandu” Pessoa Pereira da Silva (filho de Josinaldo), que foram candidatos a prefeito e vice da cidade, respectivamente, nas eleições de 2016.
Os três foram indevidamente beneficiados pela doação de 46 casas populares (entre o final de 2015 e início de 2016) e ainda por uma grande festa aberta ao público, de aniversário de Danilo Mandu, ocorrida em abril do ano das eleições e que contou com participação de uma de banda de renome nacional. Em decorrência da decisão do tribunal, que confirmou a sentença de primeira instância e da qual ainda cabe recurso, eles continuam inelegíveis.
O parecer do MP Eleitoral, assinado pela procuradora regional eleitoral Cibele Benevides, destaca que “a doação das residências não obedeceu a um programa habitacional regular” e observa que as provas demonstram claramente que os responsáveis pela escolha dos beneficiários dos imóveis foram Danilo e Josinaldo, que agindo assim “conquistavam a simpatia e apoio político do eleitorado local”.
As casas foram erguidas pela J.D. Construções Ltda., que se encontra em nome de familiares de Danilo Mandu, mas da qual ele era o efetivo administrador e se comportava “como dono”. De acordo com as investigações, seu pai sondava quem possuía um lote vazio e se apresentava para construir e doar a residência àquela família. Os beneficiários não eram escolhidos nem pela Prefeitura de Passa e Fica, muito menos pela Companhia Estadual de Habitação (Cehab), que só veio a ser informado das obras quando as residências já estavam concluídas.
Para o juiz federal Glauber Alves, relator do processo, os três candidatos se beneficiaram tanto da festa de aniversário, quanto da construção das casas, “caracterizando-se o abuso de poder econômico em favor de suas candidaturas”. Eleitores confirmaram em depoimentos o recebimento dos imóveis, sem que tenham pago nada pela construção. Durante a campanha, tanto Danilo quanto Everaldo citaram, em seus discursos, as casas que os Mandu “arrumaram” para a população.

A Presidente da Câmara Municipal aguarda somente a notificação da Justiça para dar posse a João de Dadica, o que deve acontecer no inicio da proxima semana. Com a posse de João a oposiçao perde um Vereador e a situação ganha um, ficando a composição formada por 7x2 o que deixa o Prefeito Léo Lisboa com ampla maioria na casa.
Leia aqui o parecer do MP Eleitoral.

Bolsonaro já tem nove nomes para ministérios em eventual governo

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) já tem um esboço de pelo menos 9 dos 15 nomes para ocupar a Esplanada dos Ministérios.
Além do economista Paulo Guedes, anunciado para assumir a Fazenda caso o capitão reformado seja eleito, o desenho inclui dois generais da reserva do Exército e um astronauta.
O coordenador da campanha, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), é o preferido para chefe da Casa Civil, pasta que acumulará também a relação com o Legislativo, hoje tema que está sob os cuidados da Secretaria de Governo.
A promessa de Bolsonaro é reduzir os 29 ministérios a 15. Ele tem prometido não negociar os cargos em troca de apoio no Congresso.
Nessa lógica, Educação abarcaria também as pastas de Cultura e Esportes e seria administrada por Stravos Xanthopoylos, um dos principais conselheiros de Bolsonaro para educação.
Xanthopoylos é diretor de relações internacionais da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED) e ex-integrante da Fundação Getúlio Vargas. É conhecido na campanha como “o grego”.
Para a Saúde, um nome cotado é o de Henrique Prata, presidente do Hospital do Câncer de Barretos. Bolsonaro e ele são bastante amigos.
O deputado já fez mais de uma visita ao hospital administrado por Prata, além de ter destinado emendas parlamentares para a instituição. Outra aposta para a pasta é Nelson Teich, empresário e médico oncologista do Rio de Janeiro.
Paulo Guedes, apelidado de “Posto Ipiranga”, assumiria, em caso de vitória no 2º turno, o Ministério da Economia, pasta que reuniria Fazenda e Planejamento. Há uma indefinição sobre o futuro do Ministério de Indústria e Comércio Exterior: se ele seria agregado à Economia ou se mantido como pasta independente.
Para comandar os Transportes, Bolsonaro tem preferência por Osvaldo Ferreira, general quatro estrelas da reserva. O militar tem coordenado uma série de reuniões em Brasília que dão suporte para a construção de um plano de governo. Ele comanda as propostas para infraestrutura.
Outro general da reserva, Augusto Heleno já foi anunciado pelo candidato como seu eventual ministro da Defesa. Heleno mantém uma relação de proximidade com a família do capitão reformado e é principal ponto de contato do grupo de Brasília com a família Bolsonaro.
Para a pasta de Ciência e Tecnologia, mais cotado é Marcos Pontes, astronauta brasileiro, que chegou a ser cotado para vice da chapa do PSL. Pontes é o segundo suplente do deputado Major Olímpio (PSL-SP), recém-eleito para o Senado.
Para o Ministério da Justiça, o nome do presidente interino do PSL, Gustavo Bebianno, é o mais cotado. Ele é formado em direito pela PUC-Rio e comanda a estratégia jurídica da campanha.
Bebianno, contudo, tem negado que vá ocupar o cargo em caso de vitória do presidenciável. Outro nome sondado internamente é o de Antonio Pitombo, advogado de Bolsonaro em ações que o deputado responde no STF (Supremo Tribunal Federal).
O ruralista Nabhan Garcia, presidente da UDR (União Democrática Ruralista), é o principal nome para o Ministério da Agricultura, pasta que deve reunir também o Meio Ambiente. O empresário do interior de São Paulo é amigo de longa data do candidato e tem acompanhado de perto o processo de sua recuperação desde a facada sofrida em 6 de setembro, em Juiz de Fora (MG).
Antes mesmo do início oficial da campanha, Bolsonaro prometia anunciar os 15 nomes que gostaria que integrassem seus ministérios, em caso de vitória. A corrida presidencial avançou para o segundo turno e essa ideia ficou para trás.
“Quando você anuncia, deixa um feliz e todos os outros descontentes”, afirma Heleno, que chegou a ser cotado para vice, mas acabou impedido por sua legenda, o PRP.
Apesar de alguns desses nomes já terem sido mencionados como ministros por Bolsonaro, o único anunciado é Guedes para comandar a equipe econômica.
Apesar de desencontros recentes em discursos entre ele e Bolsonaro, o economista deu o selo de confiança que a campanha precisava para conquistar, até aqui, o apoio do mercado financeiro.
Folhapress

Garoto de 6 anos é encontrado na estrada 2 dias após acidente que matou os pais em Minas

Três pessoas da mesma família foram encontradas mortas após um acidente na BR-050
Uma criança de seis anos foi encontrada na estrada após seus pais e o irmão morrerem em um acidente, na BR-050, entre Uberlândia e Araguari, interior de Minas Gerais. O garoto foi achado no acostamento na terça-feira (8) pela manhã.
Morreram no acidente o pastor Alessandro Monare, 37, a mulher, Belkis da Silva Miguel Monare, 35, e Samuel da Silva Miguel Monare, 8.
A família, que era de Campinas (93 km de SP), havia ido comemorar o aniversário de Belkis em Rio Quente (GO). Eles estavam desaparecidos desde a manhã do domingo.
Segundo parentes das vítimas relataram à polícia, pai, mãe e os dois filhos saíram de Rio Quente no domingo, por volta das 8h30. A previsão era que chegassem em Campinas à tarde.
O pastor iria participar de um culto às 20h, na Igreja Batista Vista Alegre, da qual fazia parte havia seis anos.
Como não tinham notícias da família, parentes comunicaram o desaparecimento à polícia e aos bombeiros.
Na segunda-feira, dois carros de familiares saíram de Campinas e refizeram o trajeto até a cidade de Goiás.
O menino de 6 anos foi encontrado no acostamento da rodovia por um caminhoneiro que passava pelo local e foi e levado até pronto-socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia.
O estado de saúde dele é estável.
O carro com os corpos das vítimas foi encontrado caído em uma ribanceira. A polícia rodoviária suspeita que o motorista tenha perdido o controle do veículo.
FOLHAPRESS

Edital do Banco do Nordeste para seleção de startups é prorrogado até o dia 19

As startups que desejam aproveitar as vantagens de compartilhar os espaços Coworking Hubine do Banco do Nordeste, em Fortaleza (CE) e Salvador (BA), ganharam novo prazo para participar da seleção, que agora vai até o dia 19 de outubro.
As empresas poderão utilizar sem os custos toda a estrutura do Hub Inovação Nordeste (Hubine), na sede do BNB, na capital cearense, e do Hubine Salvador, com acesso a espaços para reuniões, eventos e recepção de clientes, internet e capacitações.
Serão selecionadas quatro startups para se instalarem em Fortaleza e dez para Salvador. As inscrições podem ser submetidas pelo site www.bnb.gov.br/hubine/editais, por empresas com pelo menos seis meses de atividades e que apresentem soluções para um dos temas: agronegócios,  cidades sustentáveis, concessão, administração e recuperação de crédito, economia criativa, educação (edtechs), energias renováveis, espaços inteligentes, finanças (fintechs), microfinanças e inclusão financeira para microempreendedores, negócios de impacto social, saúde (healthtech) e serviços e processos de gestão para micro e pequenas empresas.
Os projetos devem ser aplicáveis na área de atuação do Banco do Nordeste, que inclui os nove Estados nordestinos e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.
O Coworking Hubine Fortaleza tem atividades desde dezembro de 2017 e é a sede atualmente de oito startups. O espaço na capital baiana foi inaugurado em setembro.

Sine-RN oferece 30 vagas de emprego nesta quarta-feira

Para concorrer às vagas, o candidato deve se cadastrar via Internet no Portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho e Emprego, através do endereço empregabrasil.mte.gov.br ou na unidade do Sine Matriz em Natal, na Cidade da Esperança, na Rua Adolfo Gordo, s/n, prédio da Central do Trabalhador, da 8h às 12h e 13 às 16h, ou em qualquer agência do Sine nas centrais do cidadão de Natal e no interior.
O interessado que não tem cadastro e acesso ao Portal Emprega Brasil, pode comparecer as Agências do SINE, com Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Número do PIS, cédula de identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF) e comprovante de residência. O atendimento é de acordo com o horário de funcionamento das centrais do cidadão e do SINE Matriz Cidade da Esperança no prédio da Central do Trabalhador, das 8h às 12h e 13h às 16h de segunda a sexta.
VAGAS PERMANENTES – NATAL e GRANDE NATAL
OCUPAÇÃO QUANT. DE VAGAS
AÇOUGUEIRO 1
ATENDENTE DE LANCHONETE 2
AUXILIAR DE COZINHA 9
AUXILIAR DE ESTOQUE 1
COZINHEIRO GERAL 4
ELETRICISTA DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL 1
ESTOQUISTA 1
PASTELEIRO 1
TÉCNICO EM NUTRIÇÃO 3
TÉCNICO EM SAÚDE BUCAL 1
VENDEDOR INTERNO 1
VENDEDOR PRACISTA 1
Total 26
VAGAS PCD – PESSOAS COM DEFICIÊNCIA – NATAL e GRANDE NATAL
OCUPAÇÃO QUANT. DE VAGAS
AUXILIAR ADMINISTRATIVO 1
Total 1
MOSSORÓ E REGIÃO
OCUPAÇÃO QUANT. DE VAGAS
GERENTE ADMINISTRATIVO 1
MECÂNICO DE AUTOMÓVEL 1
MECÂNICO DE MANUTENÇÃO DE CAMINHÃO A DIESEL 1
Total 3